O cio: começo de vida ou "empecilho"?

Para todos aqueles que possuem cadelas, ou pensam vir a ter, é deveras importante definir-se se a querem como reprodutora ou não. O cio de uma cadela tem diversas fases que podem dizer ao dono quando a devem cruzar ou evitar que seja coberta.

Normalmente, a cadela atinge a sua maturidade sexual por volta dos 6 meses, mas há grandes variações entre raças e indivíduos. Por vezes, as fêmeas de raças grandes demoram mais tempo até chegar o primeiro cio. Também é normal que quando há mais que uma cadela o cio se atrase um pouco.

O intervalo entre cios é geralmente de 6 em 6 meses, mas tal como no início do cio cada cadela pode aumentar ou diminuir este intervalo. Nas cadelas mais velhas é frequente verificar-se um intervalo maior, mas nunca atingem a menopausa.

Normalmente no primeiro cio as fêmeas aprendem a manter-se limpas, lambendo-se com frequência para evitar ficar sujas de sangue. Para cadelas de apartamento é recomendável o uso de cuecas higiénicas, mas lembre-se que as cadelas necessitam de algum tempo para se habituar a elas.
O ciclo sexual das cadelas é dividido em 4 fases:

Proestro – manifesta-se por um inchaço da vulva e corrimentos. Nesta fase a cadela exerce forte atracão sobre os machos, mas recusa a cópula. A região genital externa das cadelas (vulva) começa a inchar e observa-se um sangramento de leve a moderado. Chamamos de primeiro dia do cio, o dia em que se observa o início do sangramento

Estro – é a fase durante a qual a fêmea aceita o macho. Nesta fase a vulva continua inchada, mas normalmente, o corrimento é bastante reduzido ou inexistente.
- Caso queira acasalar a sua cadela este é o período indicado e normalmente vai do oitavo ao décimo quinto dia após iniciar o corrimento. É recomendável uma escolha minuciosa do macho reprodutor.
- Não é aconselhado que se cruze a cadela em todos os cios. Isso porque o processo de gestação, parto e amamentação é muito desgastante. O ideal é que se acasale a fêmea num cio e se deixe descansar no próximo.
- Para aqueles que não desejam que a cadela acasale, o ideal é isolar a fêmea, este isolamento deve ser meticuloso, pois elas vão tentar arranjar maneira de se escapar. Não se deixe enganar pelas diferenças de tamanho entre machos e fêmeas. Nesta fase eles dão "um jeito" e tornam-se verdadeiros contorcionistas...
- A esterilização é uma excelente opção para quem não quer que a sua cadela tenha bebés. Uma vez esterilizada, a fêmea não terá o inconveniente do cio. O uso de anticoncepcionais não é um método totalmente seguro para a saúde do animal.

Metaestro – período da gestação, parto e lactação para as cadelas que efectivamente cruzaram. Neste período, algumas cadelas que não acadsalarm apresentam sintomas de gravidez, é a chamada Gravidez Psicológica.

Anestro – período de descanso sexual.

Comentários

Anónimo disse…
Muito interessante o blog!!! Tomei conhecimento dele pesquisando pelo Google sobre cio. Excelente iniciativa! Divulgarei.
Fixe.com disse…
Obrigada pelo interesse e divulgação! Vai passando para lere as mais recentes postagens
Roberta disse…
Excelente blog...exclarecedor e simples!!!Parabéns!
DACI disse…
Parabens pelo Blog,simples,objetivo,esclarecedor,
divulga-lo sera um prazer. Tenho outras duvidas
Mona disse…
Gostaria d um esclarecimento.
Corre o risco d uma fêmea ter gravidez psicológica se ela cruzar com um macho castrado?

Mensagens populares